1º Aumento de Trabalho à distância (Home Office)


Com a Quarentena devido a Pandemia do COVID-19 muitas empresas estão se adaptando às formas de prestação de diversos serviços dentre eles o ensino a distância ou EAD. Isso tende a ser uma inovação na forma de trabalho que se irá aumentar durante os próximos meses ou anos para evitar a quebra das empresas e manter a produção mesmo em tempos de crise.

2º Empresas no setor da Tecnologia como a Computação Gráfica tendem a se manterem estáveis.


Mesmo com a Quarentena as empresas e profissionais ligados as áreas como a computação gráfica possuem o mercado muito amplo e abrangente, então tendem a sofrer menos com a Pandemia, até porque as empresas e profissionais deste setor já estão acostumados que seus funcionários e freelancers atuem com métodos à distância, como: vídeo conferências para falar com clientes e ter reuniões de projetos, por exemplo e por isso tendem a manter seu ritmo.

3º O setor de serviços e atendimento a clientes presenciais serão os mais afetados.


Empresas no setor de serviços não essenciais que tem atendimento presencial como o setor de beleza e estética serão os mais afetados durante a Quarentena e possivelmente terão um retorno mais devagar devido a recuperação da população em geral para usufruir destes serviços naturalmente. E com o fim da quarentena esse tipo de serviço precisará investir em Marketing e divulgação com muito mais força para conseguir se reerguer.

4º O aumento dos Profissionais Freelancers


Como o custo para as empresas de ter um profissional fixo e registrado é muito mais alto que contratar profissionais temporários ou freelancers, com a queda da economia a tendência é que esse tipo de profissional seja procurado com muito mais frequência, principalmente referente aos mercados de Marketing, Entretenimento, Publicidade e áreas que possam atuar a distância. A tendência das empresas será, manter presencial apenas o essencial e assim diminuir seus custos.

5º Maior concorrência no Mercado de trabalho


Como as empresas terão custos cortados com pessoal e muitas outras questões é de se esperar que conseguir uma vaga, ou até mesmo um trabalho mesmo freelancer fique ainda mais disputado do que já é atualmente.

O mercado será ainda mais exigente com o profissional e seus conhecimentos, quanto mais qualificado for o profissional maiores serão as suas chances de se manterem no período da crise e pós crise.

Quer se tornar um profissional em Animação 3D, Motion Graphics, Modelagem de Personagens e VFX? Conheça a Brave CG School